quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Principais Produtos Agrícolas

O Brasil apresenta um número muito grande de produtos cultivados, tanto para a exportação como para o consumo interno. Alguns exemplos:

  • Cana de açúcar

Historicamente a cana de açúcar é um dos principais produtos agrícolas do Brasil, sendo cultivada desde a época da colonização. Do seu processo de industrialização obtém-se como produtos o açúcar nas suas mais variadas formas e tipos, o álcool (anidro e hidratado), o vinhoto e o bagaço.
Devido à grandeza dos números do setor sucroalcooleiro no Brasil, não se pode tratar a cana-de-açúcar, apenas como mais um produto, mas sim como o principal tipo de biomassa energética, base para todo o agronegócio sucroalcooleiro, representado por 350 indústrias de açúcar e álcool e 1.000.000 empregos diretos e indiretos em todo o Brasil.
O Brasil produziu e moeu na safra 1999/00, 300 milhões de toneladas de cana de açúcar, 381 milhões de sacas de 50 kg de açúcar e mais de 12 milhões de m3 de álcool anidro e hidratado.

  • Café
Apesar de esse produto não ser atualmente o mais importante na economia nacional, o Brasil ainda é o principal produtor e exportador mundial de café. Cerca de 70% do café que o Brasil produz é destinado ao mercado externo. Atualmente, o estado de Minas Gerais é o maior produtor, seguido do Espirito Santo e de São Paulo.
Na década de 1950, foi o principal produto da economia nacional, mas a crise fez com que outras atividades econômicas ganhassem força, e com isso, as exportações do café diminuíram. 

  • Soja
Atualmente, a soja é o que mais contribui com a balança comercial brasileira, atingindo cerca de 6,8% do total das exportações nacionais em 2006. O Brasil é o 2° maior produtor de soja.
Até a década de 1970, as lavouras se concentravam nos estados do Sul, mas depois se espalhou pelos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, além de parte do Nordeste.
As maiores produções acontecem na região Centro-Sul e atualmente as lavouras ocupam aproximadamente 35% das áreas cultivadas do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário